Dica de Escrita: As vantagens de escrever em dupla

27.7.16



Para quem leu a primeira dica do blog sabe que eu tenho o hábito de escrever, mas nem todos sabem que eu nem sempre escrevo sozinha. Isso mesmo, eu escrevo em conjunto com o meu namorado. Já vi muita gente perguntar em grupos como funciona essa questão de escrever em dupla, qual é o método usado e se realmente dá certo. E eu venho aqui afirmar que sim, dá super certo! E é sobre isso que vim falar no post da vez: como escrever em dupla (ou em grupo) e suas vantagens.







  • Primeira dica:

A coisa mais importante numa escrita em parceria é a sintonia. Não adianta nada vocês quererem escrever juntos se não tem um objetivo em comum. A primeira coisa a se fazer é se perguntaram: o que vocês querem com essa história? Se tiverem uma resposta parecida, mãos a obra. Isso porque quando você não tem uma sintonia com a sua dupla (ou grupo, dependendo do seu caso), não conseguem dar sequência as cenas em um ritmo agradável para a história, o que provavelmente faria tudo ficar embolado e sem sentido. Não estou dizendo que vocês tem a obrigação de serem iguais, mas tem que ser no mínimo compatíveis. 

E é por isso que eu e Igor nos damos tão bem quando se trata de escrever. Eu já tive outras parceiras de escrita, e nada se compara com você ter compatibilidade além de só a história. Tudo isso envolve a sintonia: a rotina, as conversas, as ideias e objetivos em comum. Se você e seu parceiro não tem isso, garanto que vai ser bem difícil de levar a história para frente.


  • Segunda dica:
Depois disso, o que vocês devem fazer é definir um horário onde ambos possam se dedicar a história. Não é como se realmente desse para cada hora um lá e escrever da maneira que quer, depois o outro... A escrita ficaria totalmente bagunçada e sem dúvidas nenhuma precisaria de várias revisões, e ninguém quer trabalho extra, certo? O ideal em separarem um momento do dia para escrever é porque vocês podem discutir as ideias em tempo real. O no que isso influência? Em tudo! Transforma o processo criativo muito mais leve e prazeroso.

Como eu disse na outra postagem sobre o bloqueio criativo (pode conferir aqui, se quiser), o ideal é fazer um roteiro da sua obra. Após discutir as ideias, vocês anotem tudo que gostariam de colocar na formação do enredo, e depois organizem essas anotações em capítulos. Assim, nenhum dos dois vai se perder e as divergências de ideias vão diminuir bastante. O ponto central dessa dica é: sentar e escrever.


  • Terceira dica:

O mais importante dessa parceria de escrita é ter um bom relacionamento com a sua dupla. Mesmo que vocês tenham um objetivo em comum com a história, cada um pode ver as cenas de um jeito diferente, de forma que pode levar a ter pequenas discussões. Evitem isso o máximo que puderem. Tentem não brigar um com o outro, procurem ter o máximo de paciência que puder, afinal, isso é um trabalho em equipe, vocês não estão sozinhos. É importante manter isso em mente. 

A maneira mais fácil de consertar as divergências é achar um ponto em comum, que os dois gostariam de colocar. Conversem! Se ainda assim não funcionou, deixem para outro momento em que não estiverem com os nervos a flor da pele e voltem na história. Não adianta nada perder a sintonia com o seu parceiro, uma vez que é isso que ajuda em todo o processo de criação, lembra?


  • Quarta dica:

Precisamos prestar atenção que ao escrever em dupla, existem pontos de vista diferentes e ideias divergentes. Por isso, uma coisa que ajuda muito nesses momentos é escolher uma personagem favorita. Assim, cada um se expressa da melhor maneira que desejar, sem tirar o espaço do outro. No entanto, isso não é exclusivo. Eu e Igor, por exemplo, temos nossas personagens favoritas, mas estamos sempre dando palpite um no outro. 

Quando se utiliza desse método de focar em uma personagem em especifico, deve-se fazer com que ambos se interajam de uma forma simples no livro, que estejam presentes nas mesmas cenas e nos mesmos momentos. Isso porque pode parecer que estão escrevendo histórias diferentes em um mesmo livro, o que não seria muito legal. O resto se desenvolve naturalmente sem que vocês precisem forçar. 


  • Quinta dica:

Uma das coisas mais importantes em uma parceria é ler o que o outro escreveu com atenção. Preste atenção nos detalhes, pois caso algo da trama seja ignorado mais pra frente, todo o rumo da história pode mudar. Porém, deixem para fazer as alterações depois. Dessa maneira, vocês poderão conversar abertamente sobre qual o rumo que determinado acontecimento poderá levar. 

A leitura na hora de escrever é bastante importante, por isso que é essencial que estejam juntos, o que remete a dica do horário. Eu e Igor usamos o Google Docs, que é uma ferramenta muito útil para edição simultânea, ambos escrevemos e comentamos tem tempo real.


  • Sexta dica:

Também é muito importante que ambos perguntem se o outro está gostando, afinal, pode haver aqueles momentos em que há uma incerteza e que determinado autor não deseja comentar. Como eu disse anteriormente, conversem abertamente sobre a história e escrita, pois se não estão gostando do rumo, podem refazer antes que seja tarde demais. Imagina só finalizar o projeto e perceber que não gostou do que foi feito? Ou que falta alguma coisa, detalhes que não foram colocados? Ao final da escrita diária de vocês, revisem! Garanto que traz um resultado espetacular.


  • Sétima dica:

Por fim, mas não menos importante: lembrem-se de que são dois autores, e o trabalho é igual. Nenhum é melhor do que o outro, nenhum tem mais ideias do que o outro; os dois tem que procurar crescer juntos, divulgar juntos e pesquisar juntos, pois é disso que uma parceria se trata.




É isso, pessoal! Espero que tenham gostado e que essas dicas sejam bastante úteis pra vocês. Tomara que eu não tenha sido muito redundante, mas eu quis deixar algumas coisas bastante claras. 

Se tiverem alguma sugestão ou dúvidas como escritores, deixem aí nos comentários que em breve farei uma postagem sobre isso.



Um abraço e até a próxima!
Eduarda Rozemberg.


54 comentários:

  1. Olá
    Eu adoro muito as suas dicas, e nunca pensei muito sobre algumas referencias que você fez. Eu nunca tentei ler em dupla, mas achei muito interessante, afinal de contas, duas cabeças juntas sempre pensam melhor que uma só. Existem pontos de vista diferentes mesmo, mas é claro que nesse caso é necessário chegar a um consenso, afinal de contas o trabalho é em conjunto e precisa ser compreensível com ambas as partes. Espero poder utilizar algumas dessas dicas.
    Beijos,Fe
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico satisfeita que esteja gostando das minhas dicas, e fico ainda mais sabendo que te fez pensar um pouquinho sobre o assunto. Bom, ler em dupla também já tentei, mas tive que ler em voz alta e eu me senti um pouquinho pressionada, até hoje não acostumei. Concordo que duas cabeças funcionam melhor do que uma. Sim, antes de começar a escrever em dupla tem que entrar em um consenso de onde queremos chegar com a história. Utilize sim, espero que dê tudo certo na sua experiência.
      Um abraço!

      Excluir
  2. Olá, eu acho bem legal quem consegue escrever em dupla ou em grupo. Achei as suas dicas legais para quem escreve junto presencialmente, mas para quem está escrevendo de longe nem todas são válidas. Eu escrevo sozinha, mas já tenho planos de escrever (num futuro ainda muito distante) com uma amiga que mora em outro estado. Acho que a dica de escolher uma personagem preferida até que é interessante mas acho também que o legal mesmo é que toda a trama fique por igual, para que não se perceba quem escreveu o que. A maioria dos relatos que eu vejo são de escritores que moram muito longe e cada um escreve um pedacinho, depois manda para o outro. Quem recebe, confere o que foi escrito e se quiser mudar algo, conversa com quem mandou. Depois escreve a sua parte e envia par ao outro, assim segue até o fim. Acho que dessa maneira dá mais certo para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey! Eu também acho super legal, e demorei bastante para me adaptar pra falar a verdade. Bom, eu não escrevo presencialmente pra falar a verdade, escrevo com meu namorado online, mas a gente fica no áudio o tempo todo (ligação do messenger/wpp/skype/enfim, muitas opções), e abrimos o google docs pra escrevermos simultaneamente; todas as dicas dão super certo mesmo pra quem mora longe, só tome cuidado com a sintonia. Sim, a questão da personagem preferida é mais pra desenvolvimento, mas tudo é em conjunto, não é exclusivo daquela pessoa, por assim dizer. Fazemos exatamente isso. Eu tentei fazer isso de escrever pedaços com as minhas outras parceiras e até que dava certo no início, mas ia perdendo a conexão e a história ficava de lado. Mas use a maneira que você se sentir mais confortável.

      Excluir
  3. Achei as suas dicas muito bem argumentadas, mas eu jamais escreveria em dupla. Acho a escrita algo extremamente pessoal e intransferível e sei que para mim, nunca funcionaria. Mas entendi os pontos positivos que você defendeu.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena que não escreveria em dupla. As vezes eu acho que duas cabeças pensam melhor do que uma. Dependendo do texto, também acho algo bastante pessoal. E na escrita em dupla, também é, por isso que eu foquei mais na sintonia e no bom relacionamento com o seu parceiro. Fico feliz que tenha entendido os argumentos.
      Um abraço!

      Excluir
  4. Ótimas dicas, com bastante fundamento. Antigamente, principalmente no tumblr, eu costumava me reunir com outras pessoas para escrever textos em duplas, trios, etc...
    Gostava disso e até que alguns textos ficavam bem bons, lendo seu post até senti um pouquinho de falta. Mas hoje em dia eu prefiro escrever sozinha. Não sei dizer, mas a escrita hoje é algo muito pessoal para mim. Claro, se surgir uma oportunidade, posso tentar, mas isso não vai partir de mim.
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, pensei bastante antes de fazer o post. Eu adorava escrever no tumblr, principalmente nos rpgs, perdia horas do meu dia nisso, mas depois passei a me dedicar na escrita individual ou com parceiros selecionados. Atualmente só escrevo sozinha e com meu namorado, mas romances (literário, não romance romantico).
      Eu sinto muita falta desse tempo também, mas agora a rotina está mais corrida do que nunca e fica difícil me dedicar a algo que não vai me trazer nada em troca. Também evolui e se tornou algo bem mais pessoal. Se um dia puder, tente sim, eu adoro a experiencia.
      Um abraço!

      Excluir
  5. Olá!
    Eu gosto de escrever, mas coisas pessoais e nunca escrevi em dupla, mas acho que funciona sim. Todas as dicas são mais que fundamentais, mas, a mais importante em minha opinião, é que é necessário haver sintonia e um bom relacionamento entre as pessoas que estão escrevendo. Outra coisa importante ressaltada por você é que ninguém é melhor, se os dois têm o mesmo objetivo e estão indo atrás dele, devem agir de maneira igual perante o outro.
    Achei muito pertinente seu post e tenho certeza que vai ajudar muitas pessoas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Que legal que você gosta de escrever, e garanto que funciona, se tiver oportunidade, tente! A da sintonia e do bom relacionamento são as mais importantes de todas, afinal, se não tiver isso, nenhuma das outras vai funcionar e vai ficar tudo desorganizado e mal feito. Exatamente, a dupla ou grupo tem que saber trabalhar em conjunto, estão com um objetivo em comum e todos tem a mesma capacidade, são iguais.
      Fico feliz que tenha achado isso, e tomara que ajude mesmo.
      Um abraço!

      Excluir
  6. Oi Querida,
    Adorei as dicas, nunca pensei em escrever em dupla. Na verdade eu acho bem interessante, pois pode aparecer qualquer problema no post (Isso acontece comigo...as vezes.), como por exemplo: você escreve um paragrafo quase inteiro e depois viu que fugiu um pouco do título do post,aí tem que apagar tudo. E no final ele(a) pode dar uma dica e resolver/converter o problema.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico feliz que tenha gostado das dicas, e se nunca pensou, tente experimentar algum dia. Sim, a escrita em dupla ajuda bastante no processo criativo, pois o tempo todos estão um ajudando o outro com o enredo e tudo mais. Concordo plenamente com você.
      Um abraço!

      Excluir
  7. Muito legal suas dicas! Eu acho que pra quem pretende escrever nesse estilo elas são super importantes mesmo, nunca vi nenhum post assim. Parabéns!
    Eu acho que não conseguiria escrever em dupla, pois iniciei na poesia e é um processo tão único meu, apesar que alguns poemas meus podem ser músicas, talvez se um dia eu conseguir fazer aula de música eu consiga compôr em parceria, mas do jeito que eu escrevo agora eu acho que não conseguiria. bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado! Sim, eu sei quem nem todo mundo gosta desse tipo de escrita, mas pra quem gosta, ta aí um "guia". Tentei pegar um tema recorrente pra mim e que nunca tinha achado nada que pudesse me ajudar. Obrigada!
      Poesia eu também acho que é um processo bem único, pois vem dos sentimentos da pessoa em questão, seria difícil trabalhar em grupo. Músicas deve ser mais fácil, pois é como se estivessem fazendo um roteiro. Mas sei lá, é tudo muito parecido. Tente algum dia! E depois me conte como foi a experiência. Um abraço!

      Excluir
  8. Olá Eduarda!
    Gostei de como aborda a escrita em dupla e já li muitas obras fantásticas escritas a quatro mãos. Com certeza um dos pontos primordiais é a sintonia e ter um bom relacionamento.
    Atualmente não tenho me dedicado a escrever a não ser as minhas resenhas, mas já participei de muitos projetos literários e tenho contos publicados em alguns livros.
    Acredito que daqui alguns anos eu tenha mais tempo para me dicar a escrita.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico feliz que tenha gostado. Nunca li nada escrito por mais de um autor, mas já ouvi falar de alguns exemplares que parecem bem promissores. Sim, o principal é exatamente isso: sintonia e bom relacionamento, senão, nada vai pra frente.
      Tente voltar a escrever mais pra você, é muito bom não focar em uma coisa só. E que legal! Quais livros foram publicados?
      Não deixe para depois o que pode fazer hoje!
      Um abraço!

      Excluir
  9. Olá Edu!
    Eu adorei ler um pouco de suas dica, apesar de não ter lido a primeira parte. Eu gosto muito de ler dicas sobre escrita e cosia e tal. Pis meu ponto forte é criar o roteiro da história, já o desenrolar eu não ocasião fazer. E pra mim escrever em dupla me ajudaria muito a escrever o livro, vou a nata todas suas dicas (na verdade deixar salva nos favoritos no PC) e coloca-las em práticas aos poucos, até mais vê .
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Primeira parte você quer dizer a primeira dica? Uma pena que não leu, mas que ótimo que gostou mesmo assim. Eu também amo ler dicas sobre isso, mas quase não encontro, infelizmente. O roteiro da história eu acho mais difícil do que por em pratica, sabia? Mas depois que ta pronto, tudo flui muito mais facilmente. Concordo com você, pra você que tem dificuldade com isso, seria muito mais vantajoso algo em conjunto. Está aí sua chance! Fico feliz que vá colocá-las em prática. Até.
      Um abraço!

      Excluir
  10. Oi, Eduarda!
    Nunca li um poste sobre esse tema e veio bem a calhar. :) Estou em um projeto de escrita coletiva sobre um livro com temática sobrenatural. As dicas que você apresentou são valiosíssimas, pois foi exatamente o que senti. Apesar de cada capítulo ser escrito por uma pessoa diferente, as discussões foram todas em grupo, o que fez os personagens e enredo central se desenvolverem de uma maneira bem bacana e diminuiu meu receio, que sempre me impediu de mostrar minha escrita. Você também aprende quando ceder e quando se impor, sem falar nos amigos que fiz para o resto da vida... quem disse que o Facebook não é uma baita ferramenta?

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Demorei algum tempo pra pensar nesse tema, mas resolvi postar, pois no começo eu tinha muita dificuldade com isso. Que legal! Escrita coletiva é muito interessante e o tema que você escolheram mais ainda. Esse método que vocês usam também funciona bem, mas desde que a discussão seja em grupo, tudo flui mais facilmente. Minha dica pra vocês é: comparem o texto de cada um pra não ficar muito diferente o jeito de escrever. Que ótimo que está dando tudo certo pra você! E concordo, a gente aprende a se posicionar melhor nesses casos.
      Um abraço!

      Excluir
  11. OI!!


    Muito legal as suas dicas, mas não consigo me imaginar escrevendo em dupla. Como você disse é necessário sintonia e sou individualista demais. Entretanto, para quem almeja tais ideias suas dicas são demasiadamente pertinentes. Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico feliz que tenha gostado delas. Mesmo você sendo individualista, algum dia tente escrever em dupla ou grupo, garanto que vai tirar ao menos algumas risadas. Que ótimo que acha isso, refleti bastante pra fazer esse post. Um abraço!

      Excluir
  12. eu escrevo"sozinha" mas sempre peço ajuda dele na hora de editar o texto e ler para ver que ele acha.Ele não gosta muito de se meter no blog pq diz que é algo particular meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ele" seria o seu namorado? Se sim, o meu também faz parte do meu processo criativo mesmo quando estou sozinha, sempre pergunto se está bom ou se ele tem alguma dica de nome pra personagem haha. O meu, ao contrário do seu, gosta de dar a opinião e se fazer presente. E eu adoro isso nele!

      Excluir
  13. Oii, tudo bom? Amei suas dicas menina! Eu costumo escrever sozinha, mas tem alguns textos que peço a ajuda dele, uma inspiração daqui outra de lá e me ajuda muito! Ele não é tão bom na escrita, mas quando trabalha comigo sai ótimos trabalhos! Além de se tornar algo divertido escrever em dupla com meu namorado, temos uma ótima sintonia! Amei o post! Bjuus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, vou muito bem e você? Que ótimo que gostou, moça! Acho que os namorados sempre estão presentes, mesmo quando a escrita é individual. Afinal, eles são as pessoas que mais nos apoiam. Acredito que saia ótimos trabalhos sim! O meu começou a escrever comigo, evoluiu muito rápido, e acredite ou não, a ideia foi totalmente dele (eu amei). Realmente é muito divertido. E fico muito feliz que tenha amado! Um abraço!

      Excluir
  14. Olá, tudo bom? Eu não escrevo, pelo menos não no momento, então por agora eu não precisaria das suas dicas, mas mesmo assim anotei todas! Pois quem sabe eu possa precisar no futuro, e foram dicas realmente muito boas! Parabéns pelo post :D Acredito que ajudará muitos escritores que pretendem criar um trabalho em dupla.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, vou bem e você? Bom, quando passar a escrever, aqui no blog também tem dica sobre o bloqueio criativo além dessas, que é mais pra quem gosta de escrever em dupla ou em grupo. Fico feliz que tenha gostado e espero que tire bastante proveito delas. Obrigada! E espero que ajude bastante gente mesmo.
      Um abraço!

      Excluir
  15. Olá!! :)

    Eu confesso que gosto muito de escrever mas acho que em grupo nao funcionaria!! ahah :) A verdade e que e tudo muito pessoal, muito meu... hehe :)

    Bem, adorei ler as tuas dicas! Concordo plenamente com tudo e especialmente que: e preciso sintonia e acordo mas o mais importante e o respeito e o nao se sentir superior! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Muita gente acha que a escrita é somente pessoal, mas eu garanto que escrever em grupo ou em dupla é uma experiência muito legal e divertida, tente algum dia.
      Fico feliz que tenha gostado. E de fato, sintonia e bom relacionamento são os mais importantes nesse tipo de escrita, além de ninguém deve se achar melhor do que o outro.
      Boas leituras pra você também!

      Excluir
  16. Olá ♥
    Dicas maravilhosa essas em ?
    Bom eu escrevo tanto sozinha quanto com minha amiga e essas suas dicas foram valiosas, acho que você tem que está em sintonia com a pessoa que escreve, tanto nas ideias quando tanto hora de transferi-las para algum lugar.Também a dica de l~e com atenção o que o outro escreveu isso é fundamental tanto pra você vê se estão ambos de acordo com que está escrito e também para dar o seguimento para história ♥
    Beijos♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico muito feliz e satisfeita que ache isso!
      Assim como você, eu escrevo tanto sozinha quanto em dupla, e sintonia é uma das coisas mais importantes nesse tipo de escrita. A atenção é essencial para que a obra não fique com diferenças e não dê pra diferenciar quem escreveu o quê, além de dar um bom seguimento a história.
      Um abraço!

      Excluir
  17. Oi Flor
    Confesso que tenho dificuldade em escrever em dupla. Sempre foi assim.
    E olha que isso atrapalha muito! Mas as suas dicas foram ótimas. Acho que a sintonia é o mais importante.
    Além de ler o que o outro escreve para dosar e aprender.
    Adorei as dicas.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      É normal, no começo também tive um pouquinho de dificuldade, até que me acostumei.
      Fico feliz que tenha gostado das dicas. E realmente, a sintonia e o bom relacionamento é o que mais influencia numa parceria como essa.
      Concordo com você, a gente sempre adquire um pouco de conhecimento um com o outro.
      Mais uma vez, fico satisfeita que tenha gostado.
      Um abraço!

      Excluir
  18. Olá,

    Gostei muito desse post, pois recentemente eu e uma amiga tivemos a ideia de começar uma história e são vários desafios pela frente. Tenho medo de que não cheguemos a um consenso lá na metade do livro ou que a escrita não fique tão sintonizada. Adorei suas dicas e vou passar para ela esse post.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico feliz que tenha gostado e que esse post tenha chegado até você em uma boa hora. Não tenha medo de errar, pois todos começam assim mesmo. Eu, por exemplo, não tive muito sucesso nas minhas duas primeiras parcerias. De qualquer forma, desejo sorte pra você e pra sua amiga. Peça pra ela deixar a opinião aqui também, é muito importante.
      Um abraço!

      Excluir
  19. Oi!
    Nossa, que dica valiosa! Não tenho o dom e nem a criatividade para escrever um livro, ainda que em dupla, mas imagino que deva ser um desafio a mais criar algo com outra pessoa.
    Adorei o seu post.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Nossa, que gratificante ler um comentário desse! Bom, ninguém nasce sabendo escrever, isso não é um dom, é prática. Caso tenha alguma disponibilidade em se dedicar e treinar a escrita, você conseguiria escrever sim. E eu acho trabalhar dupla bem mais fácil do que individual quando se trata de iniciantes, pois as ideias fluem bem mais rápido.
      Fico mega feliz que tenha gostado.
      Um abraço!

      Excluir
  20. Concordo plenamente com as dicas, são muitos livros com mais de um autor que leio e percebo que é mal organizado, sem sintonia e que deixa tudo confuso, parece que tudo foi misturado e começaram a inserir muita coisa. Também acho que não adianta querer escrever com um autor que não tenha contato, até porque deixa a história forçada e isso fica explicito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também já li várias obras (não físicas) que tinham mais de um autor, e sempre fica muito bagunçado, algo que sempre me incomodou demais, pois se a parceria for bem organizada e e bem aproveitada, tudo vai sair ótimo. Pode até dar certo a parceria por algum tempo, mas apenas se ambos já tiverem experiência no ramo e tudo mais, o problema seria o desencontro da maneira de escrever.

      Excluir
  21. Oie!
    Gostei muito da sua postagem, pois nunca pensei em escrever em dupla, e se eu começasse, não saberia por onde. Gostei das dicas sobre sintonia, horário, um roteiro para a história e até mesmo de saber que nenhum é melhor que o outro na hora da escrita. Uma postagem ótima!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico muito feliz que tenha gostado da postagem. Muitas pessoas nunca pensaram nisso, mas está aí uma ideia. As dicas foram bem pensadas na minha própria experiência com parcerias, as duas primeiras que não renderam muito, e a atual junto do meu namorado que está dando super certo. Que ótimo que achou isso!
      Um abraço!

      Excluir
  22. Olá!

    Eu adorei essas dicas, diversas vezes eu já me juntei com amigas para escrever fanfics e até mesmo projeto de livros, mas no caso dos livros nunca deu muito certo e não foi para frente, acho que por falta de organização. Achei bem interessante isso de organizar por capítulos e colocar tudo o que queremos que tenha ali. Vou guardar as dicas nos favoritos e vou passar as minhas amigas. Adorei suas dicas, muito obrigada <3


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico feliz que tenha gostado. Eu nunca escrevi fanfics, o mais perto disso que cheguei foi rpg de tumblr e fórum, e sempre adorei. Os livros também nunca foram pra frente comigo, pela desorganização mesmo, mas agora estou tendo algum sucesso com a parceria que tenho com meu namorado. Guarde sim e peça a elas pra deixar a opinião aqui também, é muito importante. Mais uma vez, fico muito satisfeita que tenha gostado, e espero que as dicas lhe sejam úteis.
      Um abraço!

      Excluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu não escrevo, isso porque não tenho "dom" pra criar histórias, sabe? E por isso não usarei suas dicas :/ Mas achei o post muito bacana, eu gosto de histórias onde há dois ou mais autores, acho bacana essa união para escrever algo e suas dicas são ótimas, realmente imagino que se não tiver um bom relacionamento da dupla ou grupo, fica meio impossível criar algo juntos.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, tudo bem sim e você?
      Moça, escrever não é um dom, e sim uma habilidade. Tudo que você precisa é de uma ideia e com o tempo você vai aprendendo a desenvolvê-la, e é o que eu tento ajudar os autores a fazer com as minhas dicas! Tente experimentar um dia, garanto que vai gostar. Fico feliz que ache as dicas ótimas, procuro fazer o meu melhor, e realmente, se não tem bom relacionamento, não tem progresso.
      Um abraço!

      Excluir
  24. Olha eu amei as suas dicas e o seu texto, mas devo confessar que não consigo escrever em parceria com outra pessoa, só escrevo sozinha. Sei que é uma limitação que tenho, mas para mim é muito difícil. Talvez agora, com essas dicas eu tente novamente, mas verdade é que não creio que consiga. Vamos ver!

    Tatiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado das dicas, e mesmo que não goste, tente algum dia só pra ter a graça da experiência, vai que acaba gostando? Pra mim também era difícil, mas quando encontrei um parceiro que combine comigo (meu namorado), tem dado super certo. Me conte se conseguir!

      Excluir
  25. Oi Eduarda, tudo bem?
    Achei muito bacana suas dicas e fico feliz em ver que você escreve junto com seu namorado, bem legal isso. Nunca tinha visto ninguém que escrevesse em dupla e achei o máximo mesmo, mas acredito que isso não daria certo para mim. Seilá, talvez um dia eu tente escrever junto com alguém para ver no que da. Adorei as dicas!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, estou bem sim e você?
      Fico feliz em saber que gostou das dicas. E é realmente legal, nunca vi ninguém escrevendo em casal e achei bem original por assim dizer, mas não que tenhamos feito isso de propósito nem nada. Eu já vi mais gente que escreve em dupla, e já ouvi falar de livros publicados também, é mais comum do que você imagina. Tente algum dia a experiência, garanto que se você tiver a pessoa certa, vai gostar. Mais uma vez, fico satisfeita por ter gostado.
      Um abraço!

      Excluir
  26. Oie!!!!
    Amei o post!
    Gostei muito também das dicas!
    No nosso blog também tem algumas resenhas que escrevo em "dupla" ou "resenha compartilhada" como às vezes chamamos. Essas resenhas em geral acontecem quando lemos o mesmo livro e fazemos a seguinte regra: se as opiniões forem diferentes as duas escrevem e assinam e se forem iguais as duas unificam os textos e uma assina, mas avisa da ajuda da outra.
    Conosco dá super certo!
    Vou ficar de olho nestes seus posts com dicas!
    Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Http://www.caminhandoentelivros.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico muito feliz que tenha gostado!
      Mais uma vez, fico muito satisfeita em saber disso!
      Eu nunca escrevi resenhas em dupla, nem sei se um dia chegarei a fazer isso, mas parece uma experiência bem interessante, e acredito que as minhas dicas se encaixariam bastante nisso. Adorei saber um pouco de como funciona o seu blog.
      Imagino que dê sim!
      Espero que os próximos posts também sejam úteis pra você.
      Um abraço!

      Excluir
  27. Acho que nunca pensei em escrever nada em dupla ou em conjunto, mas achei suas dicas bem legais. Tem de haver cooperação entre qualquer tipo de projeto que se faça em conjunto, do contrário, não funciona mesmo.
    E acho que eu sou bem desorganizada com essa questão de elaborar o roteiro e separar os capítulos antes de escrever, então acho que seria difícil dividir a experiência com alguém, porque muito do que eu escrevo, às vezes, se forma bem antes na mente para então ir para o papel ou para a tela do computador.
    Com certeza deve ser uma experiência edificante e acho que, se a oportunidade surgir, não fugiria dela.
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente como você disse. Tive outras parcerias e não deram tão certo como a atual, pois era muito cada um na sua e não houve disciplina. Cooperação é essencial.
      Antes eu era igual a você, mas com o tempo me disciplinei quanto aos meus escritos e tem dado super certo tanto pra mim de forma individual quanto para os meus projetos junto do meu namorado. Acredito que se você tentar, vai dar certo também.
      Caso tenha a oportunidade, me deixe saber, vou adorar conhecer um pouco da sua experiência.
      Um abraço!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.