Dica de Escrita: Como escrever ficção adolescente?

30.10.16



Recentemente eu me aventurei em começar a escrever uma história de Ficção Adolescente. Eu sempre fui muito fã de drama, e fazer uma história para adolescentes sem um romance não foi nada fácil. Aliás, esse tipo de gênero não é o mais difícil de escrever (e nem de ler!). Pensando nisso, não precisamos de uma grande técnica para começar a escrever. Quer saber mais? Vem comigo!





A principal dificuldade de escrever ficção adolescente é como escolher o tema. No Brasil, a maioria das pessoas não tem o hábito de ler, principalmente aquelas mais jovens, então você precisa de algo que realmente chame e prenda a atenção do seu leitor. E então a grande questão: como chamar a atenção de um leitor adolescente?

Um escritor que se preze deve prestar atenção nas pessoas a sua volta. O modo que elas conversam, os gestos e manias, etc. A maneira como as pessoas se portam diante das outras está sempre em mudança, por isso é importante se atualizar com frequência. Com os adolescentes principalmente! Caso não encontre muitos na rua, procure assistir televisão, pesquise na internet, leia outros livros com um tema jovem, todas as formas de se atualizar são válidas. 

A importância de se atualizar é simples: criar pessoas reais em cenários reais. Você também pode colocar algum fato que aconteceu com você, ou coisas que acontecem com várias pessoas. Isso se dá pois, como em todo livro, é necessário que você desenvolva bem os seus personagens, criando uma história que faça sentido, mas que ao mesmo tempo faça com que o seu leitor se identifique com o que está lendo. Você pode fazer isso de várias maneiras: situações constrangedoras, relacionamentos complicados, problemas familiares... As opções são infinitas!

Por fim, mas não menos importante, transmita uma mensagem significativa, faça com seu leitor reflita com o que está lendo. Eu gosto muito quando finalizo um livro e fico pensando nas formas com que aquela história poderia influenciar a vida real. Por experiência própria, os adolescentes vivem naquelas longas crises existenciais, e ter um livro que esclareça algumas coisas é ótimo, pois pode tornar aquilo como um exemplo, não? Ter uma maior compreensão sobre si mesmo e o mundo. 

Vocês tem alguma dica que eu não comentei aqui? Deixei aí nos comentários, vou adorar saber um pouco mais.




9 comentários:

  1. Oi Eduarda
    Nunca quis escrever um livro então não conheço as técnicas para tal atividade. Não tenho infelizmente nada a acrescentar.
    Mas depois gostaria de ler seu livro.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
  2. Olha, nunca pretendi escrever nada se não fosse para o blog, mas mesmo assim eu simplesmente adorei as dicas!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você, infelizmente no Brasil não se tem o hábito de ler, quem sabe um dia isso não mude. Gostei das sias dicas. Parabéns pela ideia.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. bem, pra ser sincera não curto muito livros escritos com regras e técnicas... a temática adolescente tbm não é das minhas preferidas para ler... mas acho que para o público teen, suas dicas podem ser bem significativas...
    e boa sorte com a história que está escrevendo ^^
    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Oi Eduarda,
    Adoro livros que me fazem refletir depois de ler, daqueles que me deixam chorando num cantinho e dão vontade de fugir do mundo. rsrsrs
    Acho que colocar um pouco da realidade dos adolescentes é bem válido. Quando a pessoa se identifica com algum personagem é mais fácil de prender a atenção dela.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  6. Oi Eduarda,
    Nunca tive vontade de escrever, mas gostei das dicas que você deu no post.
    Lendo assim, parece ser tudo muito fácil, mas, na realidade, não é!
    Já terminou de escrever sua história de Ficção Adolescente?
    Manda pra gente!
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    PS: Você já está participando do sorteio de 8 livros e 2 brindes que está acontecendo no Garotos Perdidos e em blogs parceiros? Participe e Boa Sorte!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Eduarda,
    Lembrei de uma dica bacana: Nunca trate o adolescente como se fosse criança ou não soubesse das coisas da vida.
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    PS: Você já está participando do sorteio de 8 livros e 2 brindes que está acontecendo no Garotos Perdidos e em blogs parceiros? Participe e Boa Sorte!!

    ResponderExcluir
  8. Adorei suas dicas, desejo boa sorte com a escrita que vc tem feito ^^
    A única coisa que não concordo muito é a necessidade de fazer o leitor refletir, nem sempre acho que isso seja necessário,as vezes pode ser apenas uma história deliciosa sem grandes pensamentos.

    ResponderExcluir
  9. Oie tudo bem? Sempre quis escrever um livro, com certeza vou aproveitar muito suas dicas, anotei tudo!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.