Resenha do Wattpad: O Ceifador de Anjos

3.9.16




Autora: Juliete Vasconcelos Simões
Editora: Amazon
Avaliação: 4/5
Marque no Skoob - Compre na Amazon - Leia no Wattpad - Curta no Facebook

Sinopse: Por trás da máscara de homem perfeito, se esconde um Colecionador de Fetos, um serial killer que deixa um rastro de sangue, dor e morte por onde passa, sem deixar pistas para os detetives Christopher e Ramona, que há muito estão em seu encalço. Vincent é o Ceifador de Anjos.


Então finalmente consegui escrever essa resenha. Confesso que refleti muito antes de passar a minha opinião para palavras, pois é uma história que me trouxe várias impressões diferentes. Já faz uma ou duas semanas que finalizei a leitura, e já estava mais do que na hora de falar sobre o livro da primeira autora parceira do blog. Quer saber um pouco mais sobre Juliete? Então clique aqui.

O livro apresenta como personagem principal Vincent Hughes, um homem com uma aparente vida perfeita; um cidadão exemplar, um emprego estável como biomédico, um bom amigo e um bom namorado. Como qualquer outro psicopata, Vincent se apresenta como uma pessoa comum, da qual não tem dificuldade nenhuma de se encaixar na sociedade. No entanto, como a sinopse mesmo cita, não há segredo no papel dele na história: ele coleciona fetos. O interessante é a motivação que ele esconde.

Enquanto Vincent vive a sua como uma pessoa "qualquer", os detetives Christopher e Ramona ficaram responsável pelo caso de um assassino misterioso e com métodos diferenciados. Alguns outros personagens são inseridos durante a narrativa, mas eu tive a sensação que nenhum deles foi completamente explorado, e por isso vou dar destaque apenas aos protagonistas. 

Nos primeiros capítulos, eu tive uma constante sensação de que a psicopatia de Vincent foi humanizada demais, principalmente pelos momentos amorosos com a esposa: ele se mostrava super carinhoso, prestativo, além de em alguns momentos mostrar interesse em estar perto dela. É claro, que depois a história me surpreendeu e mostrou que não era bem assim. Ele possui a peculiaridade de sempre citar um pensador/filósofo ao matar as suas vítimas, e eu gostei bastante disso.

A personagem que mais gostei foi a melhor amiga do casal, Adele. Ela é uma personagem muito decidida, tem confiança em si mesma, mas nunca consegue parar com um mesmo namorado ao mesmo tempo. É uma advogada muito bem sucedida. No entanto, o principal motivo de eu ter gostado dela, é porque ela sempre trazia uma leveza à história, sempre apoiando Donna (esposa de Vincent), e sendo uma ótima e divertida amiga.

Para mim, não foi uma leitura rápida, pois a narrativa da autora é um pouco densa e descritiva demais; e uma coisa que me incomodou bastante foi o fato de ela se focar demais na aparência dos personagens ou no que eles estão vestidos. Acredito que detalhes como esse devem ser mais sutis. Enquanto isso, outras cenas que mereciam mais atenção, não foram totalmente inseridas. No entanto, ela soube com perfeição inserir o mistério e a curiosidade para saber por quê, afinal, Vincent mata os bebês. A escrita é ótima e embora eu tenha achado alguns erros de digitação na versão do Wattpad, foi uma leitura mais do que proveitosa.

Por fim, no próximo livro da trilogia, espero que algumas coisas que não haviam sido exploradas nesse livro, sejam no próximo. Aliás, já está sendo postado no Wattpad para quem quiser acompanhar a autora aos poucos. Nesse falará mais sobre o passado do assassino por trás desses crimes horrendos. Vou esperar estar completo para continuar a leitura, estou com grandes expectativas.




Um abraço e até a próxima!
Eduarda Rozemberg


32 comentários:

  1. Du, fico muito feliz por tu ter lido e agradeço imensamente pela resenha que fez. De fato, o foco desse primeiro livro é a vida de Vincent, tudo o mais ficou em segundo plano, isso apenas vai mudar no terceiro livro, quando ele sai do controle da situação!
    A Ade também é minha personagem preferida rsrs Mais uma vez, muito obrigada! Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que fico feliz e agradeço por você ter me dado a oportunidade de conhecer a sua história e ter confiado em mim pra fazer a resenha. Vou esperar por melhores explicações nos próximos livros, e não vejo a hora de ver Vincent sem controle da situação.
      Adele é realmente uma graça. Mais uma vez, eu que agradeço! Um abraço!

      Excluir
  2. Olá!
    Achei muito interessante o livro e esse tema de psicopatia, já que não costuma ler livros assim. Apesar de que por a escrita ser densa, acho que não seja um livro fácil de ler, e isso de descrever demais os personagens e suas roupas acho um pouco desnecessário também.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Eu já vi alguns outros livros de psicopatia por aí, mas essa coisa de fetos é bem nova mesmo, fiquei surpresa pela originalidade da autora. A leitura foi bem densa em alguns momentos, mas a única coisa que me incomodou foi essa coisa de descrição exagerada.
      Um abraço!

      Excluir
  3. Olá Eduarda,
    Nossa, que premissa mais interessante. Não lembro de ter lido algo parecido e fiquei muito interessada na leitura. Acho que vou curtir horrores. É uma pena que a escrita seja densa e descritiva. Acho que essa questão de vestimenta deve ser deixada mais de lado. Mas, apesar desse ponto negativo, fiquei interessante em ler o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Não é? Também achei muito interessante. Eu nunca tinha lido algo parecido também e gostei demais do que li, tenho certeza que você vai gostar também. Esses detalhes só se for de extrema necessidade. Mas nem tudo é perfeito, mas ainda assim, vale muito a leitura.
      Um abraço!

      Excluir
  4. Adoro livros que envolvam suspense e já fui procurar mais para saber da autora e do livro!
    Acho que a questão da narrativa densa geralmente me agrada e gosto também da descritividade de alguns pontos, às vezes faz bem para a história e sentido diante dos personagens que estão envolvidos.
    Excelente resenha, abordou os pontos fortes que lhe agradaram na leitura e o que desabonou. E, ainda assim me deixou interessada! rs
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta de livros assim, tenho certeza que vai gostar deste, faz mais do que bem em ir procurar mais sobre.
      Eu concordo que as vezes a descrição faz sentido, mas quando não se faz necessário, me incomoda um pouco porque torna a leitura mais lenta do que realmente é.
      Fico feliz que tenha achado isso, é ótimo que os pontos de vista tenham ficado claros e mesmo assim pude mostrar o quão boa a autora é.
      Um abraço!

      Excluir
  5. Oie amore..
    Que capa instigante essa não¿!
    Pra ser sincera embora eu tenha simplesmente amado a capa, não curto muito histórias de serial killer... medo, sei lá...
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Uma capa bem instigante mesmo.
      Eu também nunca fui chegada nesse gênero literário, mas resolvi sair da minha zona de conforto e não me arrependi em nada. Tente também.
      Um abraço!

      Excluir
  6. Olá
    Eu nunca tinja visto falar desse livro, ultimamente não tnrho procurado livro novos para ver rsrs. Gostei da capa e a premissa é realmente envolvente. Também odeio quando o o autor é detalhista de mais, isso cansa de mais sem dúvida alguma. Espero ter a chance de ler a obra um dia, pois fiquei bem curiosos para saber mais sobre o enredo. Adorei a dica! Até mais ver amore
    Bjd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Normal que não tenha ouvido falar, é ainda bem novo. Que ótimo que gostou, se a premissa já lhe chamou a atenção, imagina ler? Eu gosto de detalhes, mas só quando é extremamente necessário, porque senão a leitura se torna densa demais e cansativa. Espero que você tenha essa oportunidade também. Até.
      Um abraço!

      Excluir
  7. Oi Eduarda, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas gostei de conhecer. Adoro livros com personagens psicopatas. Espero que isso não me torne uma pessoa assim também hahahhahah
    Mas é sempre interessante conhecer as motivações de uma pessoa assim.
    O único problema é que cenas muito descritivas, muitas descrições de aparência e roupas me incomoda bastante :P
    Não faço muitas descrições desse tipo nos meus livros e consequentemente, não gosto muito de ler livros com tantas dessas descrições.
    Ainda assim, talvez eu dê uma chance ao livro :)
    beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, estou bem e você?
      Você eu achei que fosse conehce,r já que ele é bem famosinho no wattpad. Bem improvavel se tornar, mas eu também adoro personagens assim.
      Eu adoro saber das motivações, não é atoa que estou me formando em psicologia, né?
      Descrições assim me incomodam muito também, mas somente quando não se faz necessário no livro.
      Eu evito fazer descrições densas demais, eu tinha um livro que descrevia muito e quando fui reler, vi como ficava cansativo, aí parei.
      Dê uma chance sim, tenho certeza que vai gostar.
      Um abraço!

      Excluir
  8. Olá, Eduarda.
    Não conhecia o livro, mas fiquei um pouco interessado. Gosto de obras que abordam a psicopatia. Acredito, então, que esse livro tem tudo para me ganhar. Ademais, Vincent parece ser um bom personagem.
    Uma pena, porém, essas descrições exageradas.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Percebi que também gosto desse tipo de livro, e se você gosta, tenho certeza que vai se simpatizar com esse. Dê uma chance e tenha sua própria opinião, não vai se arrepender. E Vincent é um ótimo personagem mesmo.
      De fato, uma pena. Mas quem sabe isso mude em uma versão futura?

      Excluir
  9. Não conhecia o livro, tampouco a autora.
    Mesmo assim, sua resenha e o fato de se tratar de um livro sobre psicopatia me chamou a atenção. Sou completamente fascinada por essa temática.
    Vicent me chamou muita a atenção. Afinal, por que raios alguém seria um colecionador de fetos?
    Estou bastante curiosa para descobrir.
    Acho que o único ponto negativo são as descrições. Não gosto de quando o autor se perde muito nisso e tira o foco da narrativa.
    Fora isso, o livro me conquistou por completo.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro relativamente novo, então é bem normal que ainda não conhecia.
      Que ótimo que gosta dessa temática, então tenho certeza que irá gostar do livro caso dÊ uma chance pra ele.
      Eu também fiquei me perguntando exatamente isso antes de começar a ler o livro.
      Leia e descobrirá! hahaha
      Eu também não gosto quando isso acontece, no entanto, não ligo se caso for realmente necessário. Mas isso não aconteceu nesse livro em questão.
      Fora isso, me conquistou demais também!
      Um abraço!

      Excluir
  10. Olá, tudo bem? Conheci esse livro através da Amazon, pois estava grátis em um dia e baixei ele, mas ainda não o li. Não gosto muito quando a autora é bem detalhista, descrevendo até as roupas dos personagens, mas a estória parece ser boa ainda assim.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, vou bem e você? Que legal que você já teve a oportunidade de conhecer ele, e já que você baixou, corre pra ler lá! Esse foi um dos poucos pontos negativos dessa história, então vale muito a pena conhecer.
      Um abraço!

      Excluir
  11. Oi!
    Ótima resenha.
    Infelizmente a premissa não chamou a minha atenção.
    Eu concordo com você a respeito dos detalhes como as roupas, ele devem ser, de fato, sutis. E não ressaltados. A não ser que se trate de um livro sobre moda.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Fico feliz que tenha gostado.
      E que pena que não te chamou a atenção, quem sabe um dia você mude de ideia e dê uma chance?
      Exatamente isso que eu penso, se não for extremamente necessário, esses detalhes podem ser dispensados.
      Um abraço!

      Excluir
  12. Achei bem interessante a premissa do livro e confesso que estou bastante curiosa para saber a motivação do serial killer e o porque de serem fetos. Entendi o que você criticou em relação a parte do Vincent com a esposa, afinal sempre aprendemos que psicopatas não possuem empatia, como então ele poderia ser tão afetuoso com a esposa, né? Enfim, ainda bem que ela explica isso, também fiquei curiosa. Por fim, concordo totalmente com você no quesito descrição de detalhes, muita descrição estraga assim como pouca descrição também.

    Beijos,
    Mariana Baptista
    https://umavidaporlivro.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que você gostou da premissa do livro, corre e se arrisque na leitura, que logo você saberá porque Vincent escolheu fetos. Exatamente, eu estava com isso na minha cabeça enquanto lia, e muitas vezes isso me irirtou bastante, mas logo percebi que era apenas um tipo diferente de obsessão e logo perdoei a autora hahaah. Descrição de detalhes do tipo só se forem muito necessários na minha opinião.
      Um abraço!

      Excluir
  13. Confesso ter ficado intrigada com a estória apesar do pouco receio de ler por que tenho medo e um pouco de trauma de ler esse gênero, as vezes a narrativa intensa acaba me perturbando de certa maneira, mais gostei bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Medo eu também tinha, mas percebi que tenho gostado muito da temática. Mas por quê trauma? Fiquei curiosa... Você pode me contar? Tente dar uma chance pro livro depois, tenho certeza que vai gostar ainda mais.

      Excluir
  14. Nossa, confesso que fiquei um tanto chocada pelo Vincent matar fetos, acho que se ler este livro foi ficar com muito ódio dele. Gostei da resenha, mas não sei se leria o livro ainda pois gosto de temas mais leves.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Top Comentarista de Setembro, serão 3 ganhadores e você ainda pode ganhar um livro a sua escolha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também me senti exatamente assim antes de ler, mas ainda mais curiosa pra ler. Confesso que ódio eu não senti, até gostei bastante dele hahaha. Fico feliz que tenha gostado, e quem sabe um dia você se arrisque com ele?
      Um abraço!

      Excluir
  15. Oi, Eduarda!
    Essa é a primeira resenha que leio do livro e não o conhecia, mas fiquei bem curiosa com premissa. Acho um tema pesado, mas fiquei com interesse em ler o livro. Vou busca mais sobre ele e dar uma chance à leitura.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      É um livro bem novo, então é normal que ainda não o conhecesse. Que ótimo que ficou curiosa, uma boa oportunidade de ir conhecer a história. O tema é bem pesado mesmo, mas a autora sabe trabalhar isso muito bem. Tente sim, depois me conte o que achou.
      Um abraço!

      Excluir
  16. Olá,
    Eu não conhecia o livro e assumo que fiquei um tanto curiosa. Não lembro se li anteriormente algum livro que trabalhasse com assassinos, mas fiquei muito curiosa para saber dessa vida dupla e de como ela cometia os crimes.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Que ótimo que o livro instigou a sua curiosidade, ele realmente é bem legal. Eu nunca li nenhum livor com esse tema antes, mas garanto que não me arrependi. Leia sim, está bem baratinho na amazon.
      Um abraço!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.